Textos

I am poetry…

Eu sou poesia! Tem dias que eu sou calmaria, alegria, simpatia; em seguida, sou alvoroço, melancolia e isolamento. Eu posso ser a brisa que acaricia o rosto, mas também posso ser o furacão que destrói tudo ao derredor. Posso ser a paz, posso ser a guerra. Posso ser a bela, mas também ser uma fera.…… Continuar lendo I am poetry…

Textos

Lembranças.

Fiquei tão perdida no caos da minha própria mente, que acabei deixando de escrever um pouco sobre minha mãe. Porém, hoje, na minha aula de Comunicação e Discurso, a professora pediu para que escrevêssemos um texto descritivo subjetivo sobre algo ou alguém que marcou minha infância. Pediu, além disso, para que nos entregássemos ao sentimento. E…… Continuar lendo Lembranças.

Textos

O que sou?

  Sou árvore seca, sem frutos, incapaz de dar origem a novos galhos. Sou tronco oco que ecoa a dor por toda floresta. Sou a seca do nordeste. Sou o chão pisado e destruído por guerras; as que acontecem dentro da minha própria mente. Sou sangue, sou vermelho escarlate, aquilo que deveria dar a vida…… Continuar lendo O que sou?

Textos

Eu sou o caos.

A solidão em si não me assusta; ela já é de casa, faz parte de mim. Sempre fui exatamente assim, esse ser melancólico que tem necessidade de demonstrar aquilo que sente através da escrita, por não saber lidar com sentimentos. Sempre fui a menina que se sente sozinha no meio de uma multidão, mas esse…… Continuar lendo Eu sou o caos.

Textos

Fugitive.

É extremamente difícil escrever nesse momento. Não por falta de inspiração, mas por acúmulo de ideias. Minha mente está dominada, repleta de sentimentos, de medos, de fantasmas, de fantasias que jamais serão realizadas. Eu sou uma confusão, não espero que me entendam, é quase que impossível. Sou como o vento inconstante e sem direção. É…… Continuar lendo Fugitive.

Textos

Uma dose…

Uma dose a todos aqueles que se entregaram ao medo sem pestanejar. Uma dose aos que já pensaram em se matar. Uma dose aos que se desesperaram. Outra dose aos que esperaram. Uma dose aos que estão confusos. Outra dose aos sentimentos difusos. Uma dose aos que se deixaram enlouquecer. Outra dose aos que tentaram…… Continuar lendo Uma dose…

Textos

Loneliness.

No âmago da minha solidão, me entrego à amargura. Me entrego aos pensamentos que me levam para longe da minha realidade. Tiro minha máscara. Tiro meu véu. Tiro a pureza que alguns acham que me foi dada como um presente do céu. Tiro minha armadura. E, no silêncio da madrugada, secretamente, sinto-me frágil. Fragilidade que…… Continuar lendo Loneliness.