Textos

Maria

A76C2151-D82E-4473-946F-32580A942074.jpeg

Essa é Maria. Mais uma entre milhões. Morava no interior, casou-se aos 15 anos, foi traída pela primeira vez na lua de mel, aguentou 17 anos de um casamento abusivo e chegou a sofrer agressão de seu marido. No início da década de 70, resolveu se separar, e me contou que foi um dos melhores momentos de sua vida: alcançar a liberdade. Trabalhou para sustentar os cinco filhos, enquanto seu ex fugia de tal responsabilidade. Enfrentou os tabus da época de cabeça erguida. Perdeu um filho. Depois, perdeu uma filha. Conheceu todos os tipos de dores, mas renasceu das cinzas – como uma fênix, e me ensinou a arte de me reconstruir depois do vendaval. Hoje, ela é Carmen, Carminha para os mais íntimos, e tornou-se a minha maior inspiração. A história dela me preparou, me libertou. Com um exemplo desses, eu seria uma tola se não lutasse pelo direito das mulheres. Minha avó lutou. E uma de minhas missões é continuar lutando, em nome daquelas que ainda virão. Esse texto não é um parabéns. Parabenizar uma mulher nesse dia é, no mínimo, deselegante. Dia 8 de março é dia de reconhecer a importância do feminismo, de clamar por mudanças, de lembrar que somos humanas – e merecemos respeito e igualdade. Mas, queria deixar registrado aqui o nome daquela que me ensinou o que é ser feminista: diferente do que vocês pensam, não foi Simone de Beauvoir; foi Maria, uma mulher humilde, de coração maior do que o próprio peito, guerreira e corajosa. Maria do Carmo Boechat. 

“Ela desatinou, desatou nós, vai viver só…”

Anúncios

4 comentários em “Maria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s