Opinião

Tragédia em Moçambique

candles-633388_960_720

O ciclone Idai provocou 732 mortes em Moçambique, Zimbabué e Malawi. Só em Moçambique (local mais afetado), 1528 pessoas estão feridas e 89 mil desabrigadas. Segundo o UNICEF, cerca de 1 milhão de crianças foram afetadas pelo ciclone; aldeias inteiras foram submersas, incluindo escolas e centros de saúde. Os abrigos estão superlotados e os ambientes com falta de higiene e água parada são propícios para a ocorrência de doenças como cólera, malária e diarreia. Se isso estivesse acontecendo em qualquer país do Atlântico Norte, as redações estariam lotadas de jornalistas em plantão, escrevendo freneticamente. Como não está, pouco se fala (quase nada). Sim, tragédias acontecem o tempo todo e no mundo inteiro, mas por que damos mais ênfase à algumas e esquecemos de outras? Isso não é comparar situações, quero apenas chamar atenção para o que está acontecendo no mundo e, principalmente, compartilhar com vocês o meu sentimento de fracasso ao perceber que para virar notícia, é preciso estar em um determinado ponto geográfico privilegiado.

Anúncios

6 comentários em “Tragédia em Moçambique

  1. Obrigada pelo post, nós do diário de uma qawwi somos de Moçambique. Vivemos em Maputo, a capital, por isso não sentimos o impacto directo, ao contrário da região da Beira que foi severamente afectada. Rezem por nós. Obrigada!!!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s