Férias · Viagens

Sous le ciel de Paris

Desde que saí da França estou com a intenção de escrever contando os detalhes sobre a minha recente experiência em Paris, a cidade luz, mas sempre me falta tempo, ou oportunidade ou energia (no final do dia, eu geralmente me jogo na cama de tão cansada).  Não foi a minha primeira vez, não era uma…… Continuar lendo Sous le ciel de Paris

Textos

Saudade

Ela sempre pede pra eu escrever algo sobre ela. Já o fiz algumas vezes, mas acho que não é o suficiente. Nunca é.  Não que a sensação de expressar o carinho que a gente sente por alguém através das palavras não seja maravilhosa, longe disso, é magnífica e libertadora, mas ainda assim, não é o…… Continuar lendo Saudade

Férias · Viagens

Musée d’art et d’histoire – Genève

Ontem, primeira sexta-feira do ano (4), conheci o Musée d’art et d’histoire de Genève. Até agora estou sem palavras. O museu conta com obras de Renoir, Van Gogh, entre outros nomes célebres. Conta também com uma área de Egiptologia (minha paixão) vasta, que me deixa nostálgica ao lembrar dos artefatos que existiam no Museu Nacional antes…… Continuar lendo Musée d’art et d’histoire – Genève

Férias · Viagens

Bem vindo, 2019

Meu ano terminou de forma fabulosa: estou tendo mais uma vez, a permissão e o privilégio de conhecer outros países, novas culturas. Destino escolhido para a virada foi a fabulosa Paris. E no ano em que o Brasil retrocede e um presidente amante do autoritarismo chega ao poder, a França projeta trechos da Declaração Universal…… Continuar lendo Bem vindo, 2019

Textos

Feliz Natal?

E no meio de tanta frieza, na noite de natal todos se sentam à mesa. A hipocrisia reina e a falsidade é o prato principal da ceia. Reunião de família, reencontro entre pai e filho, sobrinho e tia; Quem dera que durante o ano todo fosse essa maravilha, nem parece que dias atrás só se…… Continuar lendo Feliz Natal?

Textos

Me deixe velar os meus mortos

Não vou dizer que tenho me lembrado de você, já que as recordações a seu respeito são o que me mantém viva. Não vou dizer que essa época mexe na ferida, porque, na verdade, ela nunca foi cicatrizada. Ainda dói, constantemente, não apenas em datas festivas. Dói porque talvez eu ainda não tenha aprendido a…… Continuar lendo Me deixe velar os meus mortos

Resenhas

Resenha – O vento lá fora

Sentimentalismo. Palavra simples, geralmente muito utilizada, mas pouco entendida. É visto por alguns como drama, por outros como vida, a razão do existir. Se fosse possível resumir em uma palavra “O vento lá fora”, seria em sentimentalismo: puro e singelo. Mas, apenas a possibilidade de resumi-lo já é absurda, um ultraje, quase que um crime.…… Continuar lendo Resenha – O vento lá fora